BMW 1602 Elektro-antrieb, o primeiro BMW de “tração elétrica”

Os carros elétricos estão na moda, mas não são, de longe, algo novo. Existem muitas marcas que já comemoraram ou o farão nos próximos anos, o aniversário do nascimento do seu primeiro modelo elétrico. Em 2022 é a vez da BMW , já que meio século se passou desde que o BMW 1602 Elektro-antrieb viu a luz .

Considerado o primeiro BMW com “tração elétrica” ​​(que é o que significa Elektro-antrieb ), a verdade é que, embora fosse bastante rudimentar, já tinha o germe da tecnologia utilizada pelas atuais emissões zero. De facto, é possível considerá-lo o avô da gama ‘i’ da marca alemã.

Foi fabricado devido a uma ocasião especial, os Jogos Olímpicos de 1972, e parecia fazer uma premonição do que estava por vir, já que a crise do petróleo estava no inicio.

Foi tomada a base de um BMW 1602 e optou-se por eletrificá-lo sem recorrer a alterações visuais, resultando num modelo que não se distinguia da versão de combustão exceto pela ausência do sistema de escape. Além disso, uma cor laranja marcante foi escolhida para adornar a carroceria.

A maior iferença ao abrir o capô , porque em vez do bloco a gasolina havia uma fileira de 12 baterias de 12 volts desenvolvidas pela Varta e tinham um peso de cerca de 350 quilos.

As baterias alimentavam um pequeno motor de 43 cv (32 kW) que estava instalado ao lado das baterias e enviava toda a potência para o eixo traseiro.

Com esse hardware, o seu desempenho estava longe dos padrões atuais. Precisava de 8 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h e a sua autonomia teórica era de 61 quilômetros se fosse conduzido constantemente a 50 km/h.

Segue-nos no Facebook!

8