Noticias

E com esta carta, o Grupo B acabou

A época de ouro dos rallyes durou entre 1982 e 1986, carros que deixaram imagens realmente espetaculares graças ao seu design e performance brutais. Sua leveza e motores, que tinham entre 300 e 500 CV fizeram deles máquinas realmente rápidas, mas também perigosas, tanto para o piloto e copiloto como para os espectadores.

Em 1985, o piloto britânico Tony Pond disse: “Parece que assumimos que, mais cedo ou mais tarde, um de nós vai morrer num acidente com um desses carros de nova geração”. E, infelizmente, foi.

Depois de um acidente no 1986 Rally Portugal em que um Ford RS200 saiu da pista – o piloto local Joaquim Santos estava ao volante do carro e ceifou a vida de três espectadores, dois filhos e uma mulher, e feriu muitos outros . Esta carta foi o começo do fim do Grupo B.

Mais tarde, no 1986 Corsica Rally, Henry Toivonen sofreu um tremendo acidente com seu Lancia Delta S4 em que ele e seu co-piloto perderam a vida. Esta foi a carta que ditou o fim do GRUPO B

Segue-nos no Facebook!

8