For Fun

Estão a aumentar os acidentes por conduzir… demasiado devagar!

No Reino Unido, o Gabinete dos Transportes acaba de revelar uma estatística que está a preocupar as autoridades, mais habituadas a lidar com o impacto negativo do excesso de velocidade na sinistralidade… e não o contrário. Contudo, o relatório agora divulgado revela que estão a aumentar o número de pessoas mortas ou gravemente feridas em acidentes causados por veículos a velocidade muito reduzida!

Os números avançados nos meios de comunicação são esclarecedores: 26 feridos com gravidade e duas vítimas mortais em acidentes em que a condução a velocidade muito baixa foi a causa principal. E outras 132 pessoas sofreram ferimentos leves em acidentes com as mesmas causas.

Em declarações ao Daily Star, Hugh Bladon, da Alliance of British Drivers reagiu com declarações polémicas: “Conduzir muito devagar é basicamente egoísta e absolutamente estúpido, e é uma fórmula para o desastre. Defendo há muito tempo que guiar muito lentamente enerva e impacienta os outros condutores e pode levá-los a tentar uma manobra de ultrapassagem mal calculada, que é a coisa mais perigosa que se pode fazer nas estradas”.

Para aquele responsável, os limites mínimos de velocidade nas estradas devem ser discutidos, defendendo ainda a necessidade de agir junto de um tipo de automobilistas que pratica este estilo de condução. “A maioria porque não se sentem seguras e confiantes nas suas aptidões para conduzir ou receiam os outros condutores”, assegura.

Fonte: motor24

Segue-nos no Facebook!

8