For Fun

Ferrari que mais dores de cabeça deu à Polícia italiana pode ser seu!

O Ferrari 308 GTS que serviu como carro de serviço do piloto Gilles Villeneuve será uma das estrelas do próximo leilão da RM Sotheby’s no Mónaco.

Este “Cavallino Rampante”, que saiu da fábrica de Maranello no dia 30 de Outubro de 1978, foi o veículo pessoal do piloto canadiano entre 1978 e 1982, ano em que faleceu no circuito belga de Zolder, e deu muitas dores de cabeça aos “carabinieri”, já que eram frequentes as corridas de Villeneuve e o seu companheiro de equipa, Didier Pironi, entre Monte Carlo (onde viviam) e Maranello.
Estamos a falar de uma distância de cerca de 430 quilómetros e que por norma levava quatro horas e meia a fazer. Porém, “reza a história” que Villeneuve terá feito uma vez esta viagem em apenas 2 horas e 25 minutos, alcançando uma média de 180 km/h!

Conta com o número de série #21371 e foi, desde que começou a ser construído, destinado a Villeneuve, que ainda hoje continua a ser um dos pilotos mais icónicos que vestiram as cores da Scuderia Ferrari. Dessa forma, esta unidade conta com algumas particularidades que a tornam única e a distinguem das restantes unidades de produção deste 308 GTS.

Uma dessas particularidades está à vista de todos, já que o tom escolhido para a carroçaria foi um vermelho “Rosso Dino”, ligeiramente mais claro que o tradicional “Rosso Corsa”. Mas outra das novidades passa pela utilização da mesma embraiagem do Ferrari BB 512, sendo que o motor usado é um bloco V8 de 3.0 litros atmosférico alimentado por carburadores Weber, versão que no continente europeu estava homologada com 255 cv de potência.
Depois da sua morte em 1982, a Ferrari manteve este 308 GTS guardado até 1984, altura em que o vendeu a Michele Superbo de Modena. Depois do falecimento deste último, o 308 GTS permaneceu na sua família até 2010, ano em que foi vendido ao dono (vendedor) actual, que o tem exposto na Dinamarca e levado a algumas exposições no Museu da Ferrari, em Maranello.

A leiloeira responsável por esta venda não adiantou nenhuma estimativa acerca do valor de venda deste modelo. Mas com a história que carrega e com apenas 37 mil quilómetros feitos, não temos dúvidas em afirmar que vai atrair muitas atenções…

Fonte:Aquela maquina

Segue-nos no Facebook!