O Opel Kadett GSi com quatro pedais que foi testado em ralis

Na década de 1980, com o auge do rali do Grupo B , todos os fabricantes tinham o seu foco no mundo da competição. Com o objetivo de alcançar a vitória, os engenheiros testaram diferentes soluções técnicas que permitiriam que os seus pilotos fossem mais competitivos, como a tração nas quatro rodas ou o Opel Kadett GSi de quatro pedais que foi testado em ralis em 1987 .

O Campeonato Mundial de Rally foi o cenário perfeito para testar novos avanços tecnológicos. Numa era de ouro para o automobilismo.

Grupo B é cancelado e fabricantes são obrigados a se reinventar

Mas, em 1986, o Grupo B foi banido e, logo depois, o que viria a ser a sua nova categoria, o Grupo S. Isso deixou muitos fabricantes no limbo, apesar de o incipiente Grupo A começar a dar os seus primeiros passos. Adaptações, criações de última hora e alguns fabricantes que passaram despercebidos no campeonato mundial, incluindo a Opel , que estava a trabalhar num Kadett GSi de tração nas quatro rodas para o Grupo B quando foi proibido.

Ainda assim, a marca de Rüsselsheim criou um Opel Kadett E GSi para o Grupo A que iniciou o seu percurso em 1987. Esta versão tinha um motor 1.8 de 180 cv naturalmente aspirado, uma caixa de cinco velocidades e tração dianteira. Nesse mesmo ano, a GM Euro Sport assumiu o controlo do projeto e produziu uma evolução do Kadett GSi com motor de 16 válvulas, caixa de velocidades Xtrac de 6 velocidades e 230 cavalos de potência.

O Opel Kadett GSi com quatro pedais que foi testado em ralis

O Kadett GSi era conhecido pelo seu caráter de subviragem. Isso obrigou os pilotos a conduzir de forma agressiva para neutralizar esse efeito, o que deixou imagens espetaculares, mas também significava perder tempo ao ter que corrigir a direção nas curvas usando o travão de mão. Por esta razão, em 1987, os engenheiros da Opel decidiram desenvolver um sistema que eliminasse essas perdas de tempo e o colocasse à prova no Manx International Rally da Ilha de Man .

O sistema em questão forneceu ao Opel Kadett E GSi um quarto pedal . Ao lado do pedal da embreagem havia outro pedal grande na área do apoio para os pés. Este é responsável por realizar os tempos do travão de mão , bloqueando assim as rodas traseiras, com o objetivo de que os pilotos não precisassem soltar o volante para acionar o travão de mão. Em vez disso, bastou aplicar esse travão de pé e o veículo obteve a mesma resposta.

Guy Fréquelin foi o piloto encarregue de testar um dos Opel Kadett GSi que serviu de carro de teste. No entanto, tudo parece indicar que o sistema não deu os resultados esperados pelos engenheiros da marca. Até hoje não se sabe as conclusões alcançadas pela equipa ou os motivos pelos quais a ideia foi descartada. Talvez porque dava muito trabalho para os pés do piloto, que continuava a calcar o acelerador, o travão convencional e a embreagem, além da quarta função do travão de mão.

Segue-nos no Facebook!

8