Noticias

porque as luzes de travão dos carros são vermelhas?

Não é novidade para ninguém que quando o condutor pressiona o pedal do travão a luz que acende é vermelha, o curioso é perguntar o porquê de ter essa cor e não outra. Sabemos que na frente, temos uma óptica que possui luz branca, amarela ou xenon azul-branco intenso, será a cor que proporcionará mais luminosidade e portanto nos facilitará a identificar qualquer obstáculo na estrada, bem como identificar outros veículos que circulam na nossa direcção.

No entanto, a origem das luzes traseiras vermelhas não é tão simples. Originalmente, este conceito de distribuição de luzes data do século XIX, ainda no berço dos transportes motorizados, onde o primeiro meio de transporte exigia iluminação apenas na frente. uma vez que o nível de tráfego era mínimo, só algumas decadas mais tarde se começou a usar as luzes na parte traseira, a fim de se comunicar com outros veículos, ou seja, transmitir uma mensagem de posicionamento para o veículo que viaja logo atrás.

Embora a necessidade de instalar luzes traseiras não se origine em carros, mas sim em comboios, este sistema de transporte, que surgiu antes do automóvel e requer um maior grau de organização e sinalização, logo começou a usar faróis e lâmpadas para comunicar com outros comboios, com estações e trabalhadores ferroviários. Na verdade, não apenas as luzes traseiras surgem do comboio, também os semáforos, onde o vermelho nos pára e o verde nos permite avançar, ambos têm origens no mundo ferroviário.

Mas por que a cor vermelha como uma indicação de travagem? A cor vermelha tem sido associada há séculos ao perigo, que mesmo na natureza se manifesta desta forma, mas esta não é a principal razão pela qual esta cor foi escolhida. Sua origem está, novamente no mundo ferroviário especificamente na marcação de luzes localizadas nas margens dos vagões, a fim de indicar o tamanho da estrutura mesmo ao circular através de áreas escuras.

Portanto, as luzes de travão vermelha nos nossos veículos têm a sua origem nestes marcadores laterais dos comboios e que a luz que emana dos nossos faróis é vermelha vem da associação visual desta cor com o perigo. O uso do comboio para o carro ocorreu imediatamente quando os fabricantes notaram que o tráfego estava a aumentar e exigiam um sistema de comunicação, então herdaram este sistema directamente do mundo ferroviário, que estava numa fase de maturidade avançada, com métodos comprovados que funcionavam.

Apesar disso, inicialmente apenas um farol foi instalado na parte traseira do veículo e foi só mais tarde, quando os avanços em electrónica permitiram sistemas de iluminação dupla ou a inclusão de sinais de mudança de direcção, no final dos anos 30.

Segue-nos no Facebook!

8